Arquivosoutubro, 2012

29out

O grupo varejista chileno Cencosud, que comprou a rede Bretas em outubro de 2010, voltou às compras. Desta vez, foi na Colômbia, onde comprou a operação do Carrefour, por 2 bilhões de euros. No pacote, inclui 72 hipermercados, 16 lojas de conveniência e 4 atacados que gerava ao grupo francês faturamento anual por volta de 1,5 bilhão de euros. A transação deve ser concluída até o fim do ano.

A Cencosud tem registrado queda nos lucros nos últimos meses. A rede varejista é a quarta maior em atuação no Brasil – após comprar a rede mineira Bretas, a sergipana GBarbosa, as baianas Perini e Mercantil Rodrigues e a carioca Prezunic. No mercado, especula-se que vai tentar comprar algum grande rede no mercado nacional. Entre as opções levantadas estão o próprio Carrefour e o Walmart. Recentemente, arrecadou cerca de US$ 800 milhões na Bolsa de Nova York e finalizou compra do Jumbo Varejo Argentina. A operação da Cencosud soma hoje 900 supermercados, lojas de construção, shoppings centers e lojas de departamento na América do Sul – e se considerar a entrada do Carrefour colombiano no portfólio, deve chegar a quase mil lojas.

Fonte: O Popular

Compartilhe!

29out

Dias 18 e 19, no Bretas do setor Águas Brancas, Goiânia, rolou a maior animação, além do profissionalismo de sempre.

A Art Plus mais uma vez marcou presença nas gravações dos comerciais do mês de novembro do Bretas. A Keila Cristina (Gerente de Produção), o Nelson Moraes (Diretor de Criação), o Danilo Moreira (Redator) e a Isabel Aires (Atendimento) acompanharam tudo, junto com a Set Produtora, e a nossa apaixonante garota-propaganda, a Maria Fernanda, que fizeram novamente um grande trabalho.

Os vts com o tema Ofertas imperdíveis e o vt de Natal ficaram excelentes. O resultado a gente já sabe de antemão: sucesso na TV, Bretas cheio de consumidores.

Compartilhe!

26out

“Um espectro ronda os jornais”, este é o título de uma reportagem veiculada no Meio e Mensagem, (edição 1531), sobre a SIP, Sociedade Interamericana de Imprensa, que se reuniu entre os dias 12 e 16 de Outubro em São Paulo para debater assuntos sérios relacionados ao setor.

A matéria aborda, como ideia central a intimidação, autocensura, morte de profissionais e a possível ameaça que os meios digitais exercem sobre os impressos. Um dos entrevistados, o Presidente Executivo do Diário Espanhol, Juan Luis Cebrian, tem uma opinião favorável aos impressos, contudo admite a necessidade da existência de um período para adaptação dos mesmos. “Levaremos anos para o setor aclimatar-se. Haverá um declive do papel, mas não creio em sua extinção”.

Dentre outros temas, para a SIP, o maior desafio dos impressos se concentra em:

Liberdade de imprensa: A entidade afirma que governos Latino-americanos têm cerceado a plena liberdade de informação e se diz preocupada com o futuro da democracia na região.

Circulação e Publicidade: A receita do investimento publicitário nos jornais estão em queda em praticamente todas as regiões do mundo, como resultado da circulação paga.

Monetização digital: Os jornais começam a repensar suas estratégias digitais, com a implementação de sistemas de cobrança pelo conteúdo online.

Conteúdo multimídia: Para além dos textos os jornais começam a se entender como produtores de conteúdo em várias plataformas e formatos, não apenas no suporte impresso.

Para o diretor do departamento de comunicação do Instituto Internacional de Ciências Sociais, Carlos Alberto Di Franco, os jornais precisam sim repensar sua posição – “Em termos de negócio a ameaça é clara: a mídia impressa, responsável pela saúde financeira das companhias, está em crise. Por outro lado, a mídia digital ainda não oferece garantias de sustentação do negócio”. Di Franco acredita que a saída é investir em conteúdo e ainda complementa: “Os leitores só pagarão por informação de alta qualidade. O jornalismo do futuro deve ser mais analítico, mais aprofundado. As pessoas procuram âncoras para suas vidas”.

Com informações do Meio&Mensagem e Globo News.

Compartilhe!

22out

Neste último sábado, dia 20 de outubro, foi realizado a segunda edição do Vinha Day, maior evento Gospel do estado de Goiás.
Este evento teve cerca de 15 mil participantes e foi promovido pela Igreja Videira. Shows, lançamentos de CDs e do jogo Fifa 2013 marcaram a programação.
Entre os grandes patrocinadores estava a marca Refreskant, que além de ter seu nome exposto em faixas, banners e refresqueiras, distribuiu kits contendo unidades do suco em pó e marcadores de Bíblia personalizados.
A marca Refreskant está, cada vez mais, fazendo parte da lista de produtos preferidos dos consumidores goianos.

Compartilhe!

19out

A Art Plus acredita que a capacitação de seus profissionais é de fundamental importância para que a agência esteja sempre atualizada e atenta aos acontecimentos do mercado. É com esta intenção que sua equipe está sempre presente em seminários, palestras, workshops e cursos, relacionados à comunicação. Amanhã, dia 20 de outubro, aqui na capital, acontecerá um curso sobre Gestão e Criação de Conteúdo no mundo digital, ministrado pelo idealizador e principal executivo do Mundo do Marketing, Bruno Mello.
Desta vez quem representará a agência será nosso Atendimento de Contas, Matheus Bertoni. Aguardaremos as notícias!

[UPDATE] Confira a opinião do pessoal sobre o curso, aqui.

Compartilhe!